Perfis ICC/ICM – Gerenciamento de Cores

Gerenciamento de cores para profissionais: perfis ICC/ICM

O objetivo de um sistema de gerenciamento de cores implementado consistentemente é garantir a reprodução mais autêntica possível de uma imagem, usando qualquer dispositivo de impressão.

Dos espaços de cores mais utilizados, existem o ProPhoto, Adobe RGB e o sRGB. Apesar do espaço de cores ProPhoto ser muito mais amplo do que os doutros dois, não existem impressoras ou monitores que reproduzam este espaço de cor. Então, para que as crores vistas no seu monitor sejam semelhantes às cores da impressão, use o espaço de cores Adobe RGB

Geralmente, as visualizações em um monitor e os resultados da impressão não correspondem exatamente. Isso pode ser causado pelo fato de o monitor estar muito claro, sem a calibração ou o perfil corretos ou com hardware insuficiente.

Para garantir a melhor semelhança possível entre a representação do monitor e a impressão resultante, é necessário calibrar o monitor corretamente. Isto é feito usando uma ferramenta de calibração de monitor (colorímetro ou fotômetro espectral) ou com a ajuda de uma imagem de referência.
As configurações escolhidas durante o processo de medição são decisivas para garantir o gerenciamento de cores funcionais e se concentrarão em questões como o brilho e a temperatura de cor da amostra e o espaço de cores preferido a ser usado.

Na maioria dos casos, as seguintes configurações devem ser usadas:

Temperatura de cor 6500° Kelvin
Brilho 60-120 Candela/m²
Gama 2.2

Se o monitor estiver configurado corretamente, é possível visualizar uma simulação dos resultados da impressão antes de fazer o pedido. Essa simulação é chamada de “prova eletrônica” em programas de gerenciamento de cores.

Uma prova eletrônica é entendida como uma exibição colorimétrica de dados de impressão digital em um monitor calibrado e/ou perfilado. Esse procedimento requer perfis de exibição ICC, que descrevem o substrato a ser impresso de acordo com as propriedades de representação de cores e materiais e, portanto, permitem uma simulação no monitor.

A ativação opcional da simulação de papel branco permite que o tom da cor do papel não impresso seja fatorado na representação. Essa representação requer adaptação para o brilho e branco de referência no branco de papel simulado, que é melhor obtido no modo de tela cheia com todos os menus ocultos.

Uma prova eletrônica não apenas permite uma visualização dos resultados de impressão esperados, mas também, se necessário, a alteração de cores para o meio de impressão.