Trabalhando com fotografia ou tendo ela como um hobby, eventualmente você terá dúvidas se deve configurar sua câmera para orientação retrato ou paisagem. Essa é uma escolha bastante importante de ser feita, na medida que impacta diretamente na composição da obra.

Nessa matéria vamos explicar as diferenças entre as orientações das imagens e como elas se identificam com cada situação.

Diferença nas composições

Qualquer foto pode ser tirada na orientação paisagem ou retrato, cabe a você decidir. No entanto, é importante levar em consideração os seguintes fatores:

Assunto: você precisa decidir o que será enquadrado e como fazê-lo de maneira visualmente envolvente; isso significa elementos do cenário serão incluídos e outros excluídos. Fotografando na horizontal, temos um contexto maior para analisar a imagem e seu assunto principal, já que o plano de fundo aparece em maior proporção; em contrapartida, no modo retrato há uma eliminação de boa parte do cenário externo ao foco da imagem, tornando-o mais misterioso e com menos informações.

Fotografia retrato

Objetivo: Qual é a mensagem que você deseja transmitir com a foto? Quando escolhemos o formato retrato, geramos uma maior intimidade, proximidade do espectador com o assunto principal, já que este preencherá mais o quadro. Por outro lado, o formato paisagem dá ao espectador uma sensação de grandeza, amplitude ou distância do assunto principal, já que muitos elementos aparecem no quadro.

Fotografia paisagem

Diferenças no estilo

Tanto a fotografia de paisagem quanto a de retrato, devem levar em conta as linhas principais da cena.

Para onde o olhar do espectador é guiado ao observar a cena? Se as linhas do assunto / cenário guiarem o olhar horizontalmente, tirar a fotografia no modo retrato cortará essas linhas e limitará o efeito. O oposto é verdadeiro se as linhas principais forem de natureza vertical.

Neste caso, escolher a orientação corretamente favorecerá a experiência de apreciação do trabalho.

Normalmente, se o assunto ou cena forem mais altos do que largos, é provável que você defina sua câmera no formato retrato. Se forem mais largos do que altos, o modo paisagem pode funcionar melhor. Mas estas não são regras fixas, tudo dependerá do que você deseja priorizar ou comunicar com sua foto.

Retrato ou paisagem

Qual modo funciona melhor para a maioria das fotos?

Alguns fotógrafos defendem que é melhor deixar sua câmera configurada no modo paisagem.

Dessa foma, na pior das hipóteses, você pode cortar a foto para trazer mais foco ao seu assunto principal durante o pós processamento.

Lembrando que: i) não é uma garantia que a edição “consertará” a imagem; ii) é provável que sua foto perca resolução à medida que você corta a original, tendo como resultado uma imagem em qualidade inferior.

Outra observação importante é observar para qual finalidade você está tirando suas fotos.

Pensando em objetivos comerciais, é necessário se atentar às exigências do cliente. Se a imagem for transformada em quadro, é preciso identificar o espaço da parede em que a obra será inserida e consequentemente delimitar as melhores dimensões para foto. Se o objetivo for postar em redes sociais, como o Instagram por exemplo, imagens em formato de paisagem não são a melhor opção, e assim por diante.

Retrato em Canvas

Conclusão

Você quer enfatizar o assunto ou colocá-lo em um contexto maior? Você está procurando usar o espaço para criar uma sensação de grandeza? As linhas principais da cena guiam o olhar para que sentido? Se você está fotografando para um cliente, quais são as exigências?

Suas respostas a essas perguntas determinarão se é melhor usar a orientação retrato ou paisagem. Se você não tiver certeza, não tenha medo de experimentar. Tire as fotos com sua câmera em ambas as orientações e veja qual se encaixa melhor com seus objetivos.

Transforme imagens em quadros

Fontes