Nessa matéria veremos três assuntos que, à primeira vista, podem parecer muito básicos e autoexplicativos, no entanto, é importante fazermos uma diferenciação entre cada um para que você possa aplicá-los de maneira mais eficaz. São eles: Ritmo, Padrão e Repetição. 

Sabendo como cada um funciona, você poderá aplicá-los em suas fotografias, melhorar suas composições e, consequentemente, capturar mais ainda a atenção dos espectadores.

Repetição

Compilar o mesmo elemento na foto diversas vezes.

A depender do objetivo da composição, a repetição transmite a ideia de consistência e volume. Para isso, podemos usar formas, cores, texturas, fontes, etc.

repetição; fotografia

Padrão

São a repetição de mais de um elemento na foto.

O padrão perfeito é aquele em que todos os elementos se combinam para formar um todo (harmonia). Assim como no exemplo anterior, ele pode ser ilustrado por meio de formas, cores, texturas.

padrão; fotografia

Ritmo

Quando você repete elementos, os intervalos entre as repetições podem criar uma sensação de ritmo e movimento no espectador. Temos alguns tipos de ritmos visuais:

Ritmo aleatório – elementos sem intervalo regular específico. O espaçamento pode ser de um milímetro aqui, um centímetro ali, enquanto os elementos podem estar em todos os lugares. Pense na neve caindo, seixos na praia, movimentos de trânsito.

Ritmo regular – segue os mesmos intervalos repetidamente. Você pode facilmente criar um ritmo regular apenas criando uma grade ou uma série de linhas verticais.

Ritmo alternado – repetição de mais de um elemento com alternância entre eles, seja para complementar, seja para antagonizar. Um grande exemplo é um tabuleiro de xadrez.

ritmo; fotografia

Veja também

Transforme imagens em quadros

Fontes