Photo by Alex Andrews | Via Pexels

Diafragma, obturador e ISO | Os pilares de uma câmera

Diafragma, obturador e ISO | Os pilares de uma câmera

Photo by Alex Andrews | Via Pexels in

Fotografar bem não é fácil; exige paciência e conhecimentos técnicos. As câmeras possuem alguns mecanismos básicos que devem ser dominados, são eles: diafragma, obturador e ISO.

Aqui, explicaremos o funcionamento de cada componente.


1) Diafragma

O diafragma é quem permite a passagem e realiza o controle da quantidade de luz que entra na câmera.

Ele funciona como uma janela, ou seja, quanto mais aberto, mais luz será captada pelo sensor.  Quanto menos aberto, menos luz. 

A abertura do diafragma está representada na função F / x. Quanto maior o valor de X, mais fechado estará o diafragma, o que resulta em uma imagem mais escura.  Maiores aberturas, como o valor f/1.4, capturam imagens mais iluminadas. 

diafragma

2) Obturador

O obturador controla o tempo de incidência da luz na câmera, através de um mecanismo de abertura e fechamento (semelhante a uma janela, assim como o diafragma). 

Quanto maior o número da velocidade do obturador, menor será o tempo de exposição e menos luz irá entrar (fechamento rápido da janela). Isso permite a captura de imagens em velocidade sem borrões.  

Em contrapartida, quanto menor o número da velocidade do obturador, maior será o tempo de exposição e mais luz irá entrar (fechamento lento da janela). Isso permite uma maior qualidade na captura de imagens estáticas ou que exijam borrões. 

Velocidade do obturador alta: 1 (segundo)/8000, 1/4000, 1/3200, 1/2500, 1/2000, 1/1600, 1/1250, 1/1000, 1/800,1/640, 1/500, 1/400, 1/320

Velocidade do obturador baixa: 1 (segundo)/25, 1/20, 1/15, 1/13, 1/10, 1/8, 1/6, 1/5, ¼

Em obturadores menores que 1/30 a imagem corre grandes riscos de sair borrada caso você não utilize um tripé.

Diafragma, obturador e ISO

3) ISO

ISO é a sensibilidade do sensor à luz. Quanto menor o número, menor é essa sensibilidade. Um ISO baixo significa que é preciso mais luz para a fotografia ficar clara. Se o ISO é aumentado, a sensibilidade do sensor aumenta e com menos luz é possível captar a imagem desejada. 

Isso significa que ISOs baixos, como 100 ou 200, são mais frequentemente usados em situações mais claras ou quando a câmera está fixada em um tripé. Na ausência de luz ou necessidade de aumentar a velocidade do obturador, você precisará aumentar o ISO.

O problema de aumentar o ISO é tendência da geração de ruído (manchas aleatórias na imagem). Quando fazemos isso, estamos “aplicando um ganho” na iluminação recebida no sensor, e isso pode prejudicar a qualidade da foto.


Veja também

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carrinho de compras

0

Nenhum produto no carrinho.

Hit Enter to search or Esc key to close

Quer R$ 20,00 de desconto 
na sua primeira compra?

Receber cupom de desconto
close-link